o alfabeto

05-09-2013 00:00

 

Numa recente visita à exposição Sob o signo de Amadeo. Um século de arte, fiquei apaixonada por esta obra de João Vieira, um óleo sobre tela com o título Alfabeto I (1981). Adoro a forma como as pinceladas desenham cada uma das letras, maiúsculas e minúsculas.

 

Para mim, o alfabeto é a ferramenta básica de um tradutor, que pega nas letras de um texto, "brinca" com elas um pouco (ou muito, em alguns casos) e apresenta-o num novo idioma.

 

Este quadro foi uma bela descoberta, mas esta exposição reservava ainda outra agradável supresa: mais uma vez, tive o privilégio de ver ao vivo um dos meus quadros preferidos (La Bibliothèque en feu [A Biblioteca em fogo], 1974, de Vieira da Silva):

 

 

Para quem tiver possibilidade, é uma exposição a não perder, que estará patente no Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, até ao dia 19 de Janeiro de 2014 (aos domingos, as visitas são gratuitas).